24 de maio de 2006

A poesia não tem casa.

Não tem asa. Não dá lucro. Não passa.

Não faça poesia.
Não há quem resista.

Um comentário:

thadeu disse...

bah, guria, que tua poupança tá rendendo altos versos!!!
ateh eu fiquei mais riquinho agora!
bejocss